sábado, 4 de dezembro de 2021

FAMÍLIA EU DE RUBEM ALVES

O autoconhecimento é fundamental para viver bem. O escritor, educador e psicanalista Rubem Alves foi um grande defensor do autoconhecimento e, durante a sua vida, escreveu sobre a importância em conhecer a própria Família EU. É certo que para amar a nós mesmos, precisamos nos conhecer. Isso significa conhecer a própria Família EU (eu físico, eu mental, eu emocional, eu nutrição, eu sexualidade, eu criança interior, eu profissional, eu social, etc.) Quando a pessoa conhece a sua Família EU com seus pontos fortes e fracos, fica mais fácil desenvolver atitudes que promovam relacionamentos mais saudáveis e construtivos.

NÉA TAUIL Psicóloga, psicoterapeuta, palestrante e idealizadora do movimento social FAMÍLIA EU: educando para o amor-próprio CRP 07/10971 SITE: www.familiaeu.com.br LOJA: www.familiaeu.com.br/loja E.mail: familiaeu8@gmail.com MANTENHA-SE LIGADO EM NOSSAS REDES - Youtube/FAMÍLIAEUeducandoparaoamorproprio - Facebook/familiaeu8 - Instagram/familia.eu

sábado, 20 de novembro de 2021

EDUCAÇÃO PARA O AMOR-PRÓPRIO NO COMBATE AO RACISMO

Por Néa Tauil

Nenhum ser humano, ao nascer, traz consigo o racismo e muitos outros tipos de preconceito.
Na verdade, o processo de construção das ideias preconceituosas acontece durante o desenvolvimento infantil. O tipo de educação que uma pessoa recebe, na infância, é fator determinante no comportamento e, consequentemente, na qualidade de vida dela, quando adulta.

Então, se quisermos mudar o atual cenário social, repleto de desamor por si mesmo e pelo próximo, precisamos colocar em prática a Educação para o amor-próprio, porque acredito que ela é capaz de mudar o modo como é construída as relações humanas e curar o planeta, já que é um método que ensina a criança que está em desenvolvimento a amar-se , a respeitar-se, a valorizar -se, a considerar-se, a aceitar-se, como também é um método que possibilita o adulto, que não aprendeu a se amar na infância, resgatar o amor-próprio com os seus elementos como: autoestima, autorespeito, autovalorização, autoreconhecimento, autoaprovação...

Dessa forma, a criança que será o adulto de amanhã - e o adulto que não aprendeu a se amar na infância – tende através da EDUCAÇÃO e REEDUCAÇÃO para o amor- próprio a ser uma pessoa amorosa, positiva, segura de si, respeitosa, justa, ética, autêntica, enfim, uma pessoa saudável, feliz, bem ajustada, empática e, por isso, capaz de calçar o sapato alheio. Sim, nós podemos com a Educação para o amor-próprio erradicar o racismo do planeta.


NÉA TAUIL
Psicóloga, psicoterapeuta, palestrante e idealizadora do Movimento Social Família EU:
educando para o AMOR-PRÓPRIO CRP 07/10971 Site: www.familiaeu.com.br E.mail: familiaeu8@gmail.com MANTENHA-SE LIGADO(A) EM NOSSAS REDES SOCIAIS - Youtube: https://www.youtube.com/FAMÍLIAEUeducandoparaoamorproprio - Facebook: https://www.facebook.com/familiaeu8 - Instagram: https://www.instagram.com/familia.eu

domingo, 14 de novembro de 2021

EDUCAÇÃO PARA O AMOR-PRÓPRIO ENSINA DIALOGAR

 Por Néa Tauil

A Educação para o amor-próprio é um método que ensina através do diálogo eficiente. Com isso, a criança - o adulto de amanhã - aprende a dialogar com eficiência. O diálogo eficiente é aquele em que a comunicação é transparente, verdadeira, amistosa, respeitosa e agregadora. A pessoa escuta com atenção, mostra interesse, olha nos olhos do outro, pois escutar é diferente de ouvir. Ou seja, ouvir é receber o som, é algo natural, automático, é a ação da audição, às vezes, ouvimos sem prestar atenção. Escutar é diferente. Escutar dá trabalho, exige concentração e esforço intelectual. Trata-se de compreender, tentar sentir como o outro se sente. Escutar é olhar silenciosamente e não interromper quem está falando. Muitos ouvem, mas escutar, são poucos. Quando não sabemos escutar ou respeitar a opinião alheia, no mínimo, podemos estar perdendo a oportunidade de estar experienciando e/ou aprendendo coisas novas sobre o outro ou sobre os temas em debate. Se quisermos mudar o atual cenário social, precisamos educar para o amor -próprio. Vem comigo, juntos podemos tudo!


NÉA TAUIL
Psicóloga, psicoterapeuta, palestrante e idealizadora do Movimento Social Família EU: educando para o AMOR-PRÓPRIO CRP 07/10971 Site: www.familiaeu.com.br E.mail: familiaeu8@gmail.com MANTENHA-SE LIGADO(A) EM NOSSAS REDES SOCIAIS - Youtube: https://www.youtube.com/FAMÍLIAEUeducandoparaoamorproprio - Facebook: https://www.facebook.com/familiaeu8 - Instagram: https://www.instagram.com/familia.eu


quarta-feira, 10 de novembro de 2021

EDUCAÇÃO PARA O AMOR-PRÓPRIO ENSINA SER INTEIRO E NÃO METADE

Por Néa Tauil

A EDUCAÇÃO para o amor-próprio  visa a educar para o desenvolvimento integral humano, ou seja, educar para a Família EU. Educar para a Família EU significa ensinar a pessoa a relacionar-se consigo mesmo por inteiro, isto é, com a sua Família EU ( eu físico, eu mental, eu emocional, eu sexualidade, eu nutrição, eu espiritual,  eu social e muitos outros). É bom lembrar que ninguém conseguirá ser algo para si mesmo e, muito menos, conviver saudavelmente   com outras pessoas, se não conseguir primeiro ser inteiro consigo mesmo, sozinho,  sem precisar de outro alguém ou algo que venha com o propósito  de completar. Ninguém pode  completar ninguém. Cada pessoa tem de buscar, por si só, completar-se.



NÉA TAUIL
Psicóloga, psicoterapeuta, palestrante e idealizadora do Movimento Social Família EU: educando para o AMOR-PRÓPRIO CRP 07/10971 Site: www.familiaeu.com.br E.mail: familiaeu8@gmail.com MANTENHA-SE LIGADO(A) EM NOSSAS REDES SOCIAIS - Youtube: https://www.youtube.com/FAMÍLIAEUeducandoparaoamorproprio - Facebook: https://www.facebook.com/familiaeu8 - Instagram: https://www.instagram.com/familia.eu

sábado, 6 de novembro de 2021

QUANDO FALO DE EDUCAÇÃO PARA O AMOR-PRÓPRIO, REFIRO - ME A EDUCAÇÃO PESSOAL E, NÃO, A ACADÊMICA.

Por Néa Tauil


A EDUCAÇÃO é um conjunto de formação pessoal e acadêmica. Isso significa que a educação não é apenas aprender matemática, português, inglês,  etc., mas também  aprender a relacionar-se consigo mesmo por inteiro, isto é, com sua  Família EU (eu físico, eu mental, eu emocional, eu sexualidade, eu nutrição, eu social, etc.) Assim, quando falo que podemos trocar a EDUCAÇÃO para o ódio-próprio pela EDUCAÇÃO para o amor-próprio, estou falando da EDUCAÇÃO pessoal e,  não, da acadêmica, pois tanto  a família quanto a escola não ensinam amor-próprio com seus elementos, como autoestima, autorespeito, autovalorização, autoreconhecimento, autoaprovação.

Se quisermos mudar o atual cenário social, repleto de desamor por si mesmo e pelo próximo, precisamos substituir a EDUCAÇÃO para o ódio-próprio,  praticada em nossa cultura (que não ensina a pessoa a cuidar de si por inteiro , além de usar a disciplina negativa  geradora de preconceito, sofrimento, dor e doença) pela EDUCAÇÃO para o amor-próprio (que ensina a pessoa a cuidar de si por inteiro, privilegiando a disciplina positiva geradora de amor- próprio,  respeito pelas diferenças, bem-estar e saúde).


Com certeza, a Educação para o amor-próprio é a chave para a humanização.



NÉA TAUIL

Psicóloga, psicoterapeuta, palestrante e idealizadora do Movimento Social Família EU: educando para o AMOR-PRÓPRIO CRP 07/10971 Site: www.familiaeu.com.br E.mail: familiaeu8@gmail.com MANTENHA-SE LIGADO(A) EM NOSSAS REDES SOCIAIS - Youtube: https://www.youtube.com/FAMÍLIAEUeducandoparaoamorproprio - Facebook: https://www.facebook.com/familiaeu8 - Instagram: https://www.instagram.com/familia.eu



MARÍLIA MENDONÇA PROVOU QUE A MULHER PODE, SE ACHA QUE PODE


Por Néa Tauil

Considerada uma das artistas mais populares do sertanejo, Marília Mendonça liderou uma reviravolta feminina, nesse gênero musical, em que colocava as mulheres como protagonistas do estilo até então dominado quase apenas por homens, a partir de 2016, no chamado feminejo.

Com letras sobre desilusões amorosas, superação de relacionamentos abusivos, autoestima feminina, amor-próprio  e apoio entre mulheres, Marília Mendonça trouxe o termo Feminejo para o cenário desse estilo musical ainda tão masculino.

A "Rainha da Sofrência", como ficou conhecida, compôs e cantou várias músicas que inspiraram diversas mulheres do sertanejo a tomarem os palcos e enfrentarem o machismo ainda muito ligado a esse meio, provando que MULHER PODE, SE ACHA QUE PODE.
A mulher que acha que pode é aquela que aprendeu a se amar, a se valorizar, a se respeitar e, consequentemente, empoderou-se de si mesma, do seu próprio poder.  Empoderar-se é o ato de tomar poder para si através do amor -próprio. Foi o que aconteceu com Marília Mendonça.


NÉA TAUIL
Psicóloga, psicoterapeuta, palestrante e idealizadora do Movimento Social Família EU: educando para o AMOR-PRÓPRIO CRP 07/10971 Site: www.familiaeu.com.br E.mail: familiaeu8@gmail.com MANTENHA-SE LIGADO(A) EM NOSSAS REDES SOCIAIS - Youtube: https://www.youtube.com/FAMÍLIAEUeducandoparaoamorproprio - Facebook: https://www.facebook.com/familiaeu8 - Instagram: https://www.instagram.com/familia.eu


terça-feira, 2 de novembro de 2021

EDUCAÇÃO PARA O AMOR-PRÓPRIO NA 8ª FLIG MINAS 2021

 Por Néa Tauil

Irei participar da 8ª edição da FLIG MINAS - Feira do Livro de Guaxupé/Minas Gerais, com o tema "A Importância do ato de ler."

Mais uma vez, agradeço a organizadora Wanda Cândida pelo convite para falar sobre o Projeto Família Eu: educando para o amor- próprio, nesse evento tão importante que dá visibilidade para livros, escritores e para o hábito de ler.

Acredito que a leitura, além de nos inserir em um mundo mais vasto, de conhecimentos e significados, acentua a visão de mundo em âmbitos culturais e intelectuais. Assim, é fundamental facilitar o acesso das pessoas ( independente do gênero, da idade ou da classe social) a livros, a fim de que se habituem à leitura. Também é fundamental oferecer para a criança, que será o adulto de amanhã – uma Educação para o amor-próprio, pois educar com base no amor, usando uma disciplina positiva, humaniza.

A FLIG MINAS 2021 será realizada virtualmente de 07 a 12 de novembro. A programação online será transmitida pela página da feira no Facebook (fligminas) e no Instagram (@fligminasoficial)


 NÉA TAUIL

Psicóloga, psicoterapeuta, palestrante e idealizadora do Movimento Social

Família EU: educando para o AMOR-PRÓPRIO CRP 07/10971 Site: www.familiaeu.com.br E.mail: familiaeu8@gmail.com MANTENHA-SE LIGADO(A) EM NOSSAS REDES SOCIAIS - Youtube: https://www.youtube.com/FAMÍLIAEUeducandoparaoamorproprio - Facebook: https://www.facebook.com/familiaeu8 - Instagram: https://www.instagram.com/familia.eu