Google+ Followers

quinta-feira, 11 de julho de 2013

IGUALDADE E NÃO DISCRIMINAÇÃO

Por Néa Tauil

Na civilização ocidental a sexualidade foi ignorada por 25 séculos, até o surgimento de Sigmund Freud. Ele propôs outra maneira de pensar o indivíduo, cuja constituição não pode ser separada da sexualidade e, agora, voltamos ao período anterior a ele. Há até quem defenda a ¨cura Gay¨.
As vozes da população LGBT (lésbicas, gays, bissexuais, Travestis e Transexuais) nas ruas conclamando a todos para reconhecer a DIVERSIDADE SEXUAL e mobilizar as autoridades  a favor da criminalização da homofobia revela a triste realidade de preconceito no mundo.

Nem todas as pessoas sabem, mas existe uma Carta de Direitos Sexuais e Reprodutivos que tem por objetivo a promoção e proteção dos direitos e liberdades sexuais e reprodutivas em todos os sistemas políticos, econômicos e culturais. Veja a carta, autoria da Federação Internacional para o Planejamento da Família (IPPF)  em www.apf.pt/cms/files/conteudos/Carta%20dos%20Direitos.pdf.  e descubra que ¨ Direitos Sexuais são Direitos Humanos relacionados à Sexualidade¨.

A Federação Internacional para o Planejamento da Família (IPPF) é provedora mundial de serviços e liderança na defesa da saúde e dos direitos sexuais e reprodutivos. É um movimento mundial de organizações nacionais trabalhando junto a comunidades e indivíduos. Trabalham ¨por um mundo onde mulheres, homens e jovens em todos os lugares tenham controle de seus próprios corpos e, portanto, de seus destinos. Um mundo onde todos sejam livres para optar ou não pela paternidade ou maternidade, livres para buscar vidas sexuais saudáveis, sem medo de gravidezes indesejadas e infecções sexualmente transmissíveis, inclusive HIV. Um mundo onde o gênero ou a sexualidade não mais sejam uma fonte de desigualdade ou estigma.¨ Reconhece-se que é importante para a saúde e bem-estar, salvaguardar nossas escolhas e direitos.



Psicoterapia Beneficia as pessoas! http://psicologaneatauil.blogspot.com