Google+ Followers

segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

ALFABETIZAÇÃO SEXUAL


Por Néa Tauil


Não se pode negar que, em pleno século XXI, ainda existe, no Brasil, um alto índice de analfabetismo no que se refere à sexualidade, pois a educação sexual, oferecida para a população, é bastante superficial, limitada, imbuída de preconceitos, mitos e tabus. Isso é tão verdade que o Ministério da Saúde divulgou, as estatísticas, no dia primeiro de dezembro - Dia Mundial de Luta contra a Aids - mostrando que o HIV avançou mais de 50% entre a população jovem brasileira.


A resposta para essas interrogações é apenas uma: no Brasil, não existe de fato, uma educação para a sexualidade. Mas o que vem a ser Educação para Sexualidade? É uma educação que vai muito além da instrução do uso de preservativo. Ela discute e dá atenção às questões referente às variantes do comportamento sexual, à diversidade nas práticas sexuais, à identidade de gênero, enfim, às manifestações singulares da sexualidade, direito à não-violência e à igualdade para todos, independente do gênero e da orientação sexual. A Educação para a Sexualidade é cientificamente fundamentada, baseada em valores universais de respeito e direitos humanos, reconhecendo e ensinando que a sexualidade afeta a todos, produzindo efeitos importantes do ponto de vista biológico, psicológico e social, já que não está relacionada apenas com o coito, mas também com autoestima, autoconfiança, respeito, afeto, igualdade de direitos, influenciando pensamentos e sentimentos e, consequentemente a saúde física e mental. Dessa forma, ela jamais se comprometerá com normatização ou manipulação da culpa sexual.


É por isso que a Educação para a Sexualidade precisa ocupar um lugar privilegiado nas famílias, nas escolas, nas igrejas, nos hospitais, nos consultórios particulares e planos governamentais, pois só assim, o quadro estatístico que se tem hoje na sociedade brasileira no que se refere à sexualidade humana poderá ser modificado de forma positiva.


Psicoterapia Beneficia as Pessoas! http://psicologaneatauil.blogspot.com


Todos os direitos reservados a Julcinea Maria Tauil